Julieta.

Julieta.


a Julieta é um alter-ego da Sara.
a Sara tem 33 anos e um amor imensurável pela cidade onde nasceu e viveu até aos 31: Lisboa. 
em janeiro de 2016, depois de muitos anos num sistema que não cuidava de si, de recibo-verde em recibo-verde, vendeu tudo o que tinha e mudou-se, juntamente com o grande amor da sua vida, o Paulo, para Amesterdão.

a Sara gosta de lãs: de crochet [o primeiro amor, que nasceu com a avó] e de tapeçarias [amor também antigo, do tempo em que o avô lhe construia teares]. gostava de saber tricotar a sério mas não-passa-da-cepa-torta.

a Sara é a Julieta que escreve sobre o que a incomoda e sobre aquilo em que acredita.
é a Julieta que faz mantas e gorros com orelhas de urso. que faz tapeçarias para tornar as paredes mais bonitas e colares de trapilho a condizer com a roupa.
que gosta que os azulejos vistam as paredes da cidade e que a lã cheire a ovelha. 

e é isso que te faz feliz, Sara?
justamente, Julieta. 

 

aqui escreve-se, critica-se, fotografa-se, fazem-se odes a azulejos e poemas à lã de bucos. fazem-se tapeçarias, pequenas peças em crochet e até se aceitam encomendas.

e a Julieta também está no instagramno facebook e no pinterest.

 

fotos © Bárbara Araújo