boina

boina

gosto de boinas.
comecei a usá-las por volta dos 15 anos quando o meu pai, que sempre usou a tradicional boina basca de cor preta, me passava a sua antiga quando trocava por uma nova. 
é amor antigo, este. que se mistura com o amor paterno, ideologias políticas e viagens ao país basco. 
assim que começa o frio, começa o desfilar de boinas de todas as cores.
gosto das clássicas, de lã feltrada. mas este ano aprendi a fazê-las em crochet e esta, já tem dona.
é a Valeria. porque em Pescara, na Itália, também faz frio no inverno.