a primeira.
2016/01/27

a primeira.

vamos ao balanço da primeira semana. 
não foi fácil, nem especialmente bonita, nem por isso a melhor semana que já tive. dizer adeus às pessoas de quem se gosta e depois apanhar um avião e estar sozinha uma semana inteira é duro.[pronto, já disse. admiti em público.]
um passo desta dimensão precisa de um pontapé motivador: um emprego-do-caraças ou companhia. e sem um nem o outro, custa mais. 
no entretanto já fui ao campo, já me oriento melhor na cidade, já me instalei na casa dos próximos 4 meses, já saí para dançar, já conheci pessoas novas, já domino melhor o meu trabalho, já tenho bicicleta e melhor que tudo: ele já chegou, finalmente. agora sim, a vida a sério pode começar.

saldo 'mais ou menos': os rótulos da comida do supermercado [chegar a casa e: "acho que esta farinha é esquisita"] e o comportamento social dos holandeses: weird people, i'm tellin' ya'.

noutra nota: com ele chegaram também as lãs! o tear! a noveladora! a dobadoura!
estou em casa.